Um dia feliz

image_pdfimage_print

Arthur Ashe, o lendário jogador Wimbledon que era aidético, contagiado pelo sangue infectado em uma transfusão durante uma cirurgia cardíaca em 1983, recebeu ASuma carta de um de seus fãs perguntando:
“- Por tinha que ser você a contrair uma enfermidade tão horrível?”
A qual Arthur Ashe respondeu:
“- Veja bem, dos 50 milhões de crianças que começaram a jogar tênis, 5 milhões aprenderam, 500 mil treinaram para o tênis profissional, 50 mil chegaram ao circuito profissional, 5 mil atingiram o nível do Grandslam, 50 chegaram a Wimbledon, 4 alcançaram as semifinais, e somente 2 chegaram à final de Wimbledon.”

Quando eu estava comemorando a vitória com taça na mão, eu nunca me perguntei:
“- Porque eu?”
Então agora que eu estou com doente como posso perguntar:
“- Porque eu”?

A felicidade mantém você doce!
O julgamento dos outros te mantém forte!Sem título
A dor te mantém humano!
O fracasso te mantém humilde!
O sucesso te mantém brilhante! …

Reconheça, agradeça e valorize tudo aquilo que mais aprecias na vida.
Tenha gratidão por aquilo que você possui e te mantém em marcha.
A queixa e o focar no sofrimento por aquilo que não é como esperavas tranca você em um quarto sem janelas e sem sons, onde reconheces o que dizem teus pensamentos queixosos de autocompaixão que são inúteis e sugam tua energia para o que você quer ser.
Muitas vezes você não está satisfeito com vida, enquanto muitas pessoas neste mundo sonham em poder ter a tua vida, veja o exemplo:

“- Uma criança em uma fazenda vê um avião que sobrevoa e sonha em voar, enquanto que o piloto deste mesmo avião e sonha em voltar para casa.”

Assim é a vida! Desfruta a tua. Valoriza o que você conseguiu, o que a vida tem para oferecer neste momento, você irá passar um dia feliz.

Post (273) – Abril de 2016

Sobre Norberto Geraldi

Residente em Canela / RS / Brasil - Aniversário 16 julho - Brasileiro - Casado
Esta entrada foi publicada em -Acreditar, -Atitude. Adicione o link permanente aos seus favoritos.