image_pdfimage_print

Vergonha

20161101093834_rb_rosto“De tanto ver triunfar as nulidades;
De tanto ver prosperar a desonra;
De tanto ver crescer a injustiça;
De tanto ver agigantar-se os poderes
nas mãos dos maus.
O homem chega a desanimar da virtude,
a rir-se da honra,
e a ter vergonha de ser honesto”
(Rui Barbosa)

Post (302) – Março de 2017