Uma moeda chamada cerveja

image_pdfimage_print

imagesCerveja pode ter sido a primeira forma de salário da humanidade, há cerca de cinco mil anos, trabalhadores da Mesopotâmia recebiam cerveja em troca de serviços de mão de obra.
Durante a antiguidade a troca de mercadorias ou serviços sem fazer uso de moeda era uma prática bem comum e em muitos casos a cerveja foi à forma usada para pagamento de serviços prestados. Um exemplo disso é que os trabalhadores envolvidos da construção das pirâmides do Egito recebiam entre quatro e cinco litros de cerveja por dia.

Que a paixão entre o homem e a cerveja é antiga nós já sabíamos. Contudo, uma recente descoberta arqueológica publicada na revista britânica New Scientist revelou mais um capítulo dessa história milenar. pedra

A descoberta foi feita a partir da interpretação das gravuras de uma placa pertencente ao Museu Britânico encontrada em território mesopotâmico. Além de mostrar a importância da cerveja para os mesopotâmicos, este é o mais antigo registro de pagamento por serviços prestados, o que não era uma pratica habitual, visto que a maior parte dos trabalhadores eram escravos.

Esta placa tem uma idade estimada de cinco mil anos, e relata que um ser humano vendeu seus serviços em troca de cerveja. O registro foi feito em linguagem cuneiforme sobre uma placa de barro.400px-hammurabis_babylonia_pt-svg

Nesta época os trabalhadores de Uruk, uma das principais cidades da Mesopotâmia, recebiam cerveja como forma de salário. Atualmente, a região de Uruk pertence ao Iraque.

Outra fonte, um monumento conhecido como Pedra Azul, exposto no Museu do Louvre, mostra que também os povos sumérios já dominavam a produção da cerveja há seis mil anos. Hoje, o território da Suméria faz parte do Kwait e do Sul do Iraque.

… Só para constar, eles não estão precisando atualmente ninguém para trabalhar por este salário…

Leia mais em: https://www.newscientist.com/article/2094658-the-worlds-oldest-paycheck-was-cashed-in-beer/

Post (287) – Setembro 2016

Sobre Norberto Geraldi

Residente em Canela / RS / Brasil - Aniversário 16 julho - Brasileiro - Casado
Esta entrada foi publicada em -Costumes, -Histórias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.