Os pedreiros

image_pdfimage_print

Post (0050)

Uma vez um viajante, deparou-se com uma obra em início de construção.

Três pedreiros, com suas ferramentas, trabalhavam no que parecia ser um importante projeto.

O viajante, curioso, perguntou ao primeiro deles o que estava fazendo:

– Estou assentando tijolos, não vê? Respondeu. Expressava no semblante um misto de dor e sofrimento.

– Eu estou morrendo de trabalhar, as minhas costas doem, minhas mãos estão esfoladas eu não suporto mais este trabalho, concluiu.

Mal satisfeito, o viajante dirigiu-se ao segundo pedreiro e repetiu a pergunta, o que estas fazendo?

– Estou ganhando a vida, respondeu. Não posso reclamar, pois foi o emprego que consegui. Para mim esta bom, porque levo o pão de cada dia para minha família.

O viajante então perguntou ao terceiro pedreiro: O que você está fazendo, perguntou, e este respondeu:

– Estou construindo uma Catedral!

Três respostas diferentes para a mesma pergunta. Cada um manifestou sua própria visão.

Para o primeiro, o serviço significava dor e sofrimento, um sacrifício que certamente tornava a ação muito mais penosa.
O segundo, indiferente, conformado, mas, não realizado, o trabalho nada lhe significava e ele só o fazia por obrigação.

Já o terceiro pedreiro tinha a consciência da importância do que fazia, tinha o sentimento elevado de participar de uma grande obra.

Desempenhar uma função com orgulho e satisfação, lhe dará mais força, animo e felicidade.

Texto de autor desconhecido – NG Canela – Fevereiro de 2010

Sobre Norberto Geraldi

Residente em Canela / RS / Brasil - Aniversário 16 julho - Brasileiro - Casado
Esta entrada foi publicada em -Fábulas, -Trabalho e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *