Carta a um amigo

image_pdfimage_print

O guriPost (0235)

Eu não posso dar soluções para todos os problemas da sua vida, nem tenho respostas para as suas dúvidas ou medos , mas eu posso ouvir e partilhar deles com você.
Eu não posso mudar o passado ou o seu futuro, mas quando você precisar de mim, eu estarei aqui.
Eu não posso ajudá-lo quando tropeçar, eu só posso oferecer minha mão para ajudar a se erguer.
Sua felicidade, e seu sucesso não são meus, mas, honestamente, eu gosto de te ver feliz.
Eu não julgo as decisões que você faz na vida, limito-me a apoiá-lo, a estimulá-lo e ajudá-lo se você me permitir .
Eu não posso estabelecer  limites dentro dos quais você deve agir, mas eu ofereço-lhe o espaço para crescer.
Eu não posso ajudar, quando sofrer uma penalidade, ou quebrar seu coração, mas posso ajudar a  pegar os pedaços para colocá-los juntos novamente.
Eu não posso dizer quem você é ou o que você deve ser, só posso amar você como você é, e ser seu amigo.
Você é esta cima ou para baixo ou no meio, não inicias ou terminas, você é o número um e o número final da minha lista. Por outro lado  eu não tenho a pretensão de ocupar o primeiro, o segundo ou qual lugar em sua lista, apenas me contento em ser seu amigo.
Um dia destes comecei a lembrar das amizades que já tive e as que inda tenho, sou mais feliz que imaginava.
E se me permitir, para finalizar, viva intensamente, aproveite todas as oportunidades que vierem, seja feliz, e conte comigo.

Sobre Norberto Geraldi

Residente em Canela / RS / Brasil - Aniversário 16 julho - Brasileiro - Casado
Esta entrada foi publicada em -Atitude, -Comportamento e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.