A Cigarra e a Formiga

image_pdfimage_print

A cigarr.Post (0180)

VERSÃO CLÁSSICA:
– A Formiga trabalha todos os dias do verão sob um calor escaldante construindo a sua casa e a abastece com comida para o inverno.
– A Cigarra passa o verão rindo, dançando e brincando.
– Quando chega o inverno, a Formiga se refugia em sua casa onde tem tudo que precisa até a Primavera.
– A Cigarra sem comida ou abrigo, morreu de frio.
A seguir a VERSÃO EM UM CONHECIDO PAIS SUL AMERICANO:
– A Formiga trabalha todos os dias do verão construindo a sua casa e a abastece com comida para o inverno.
– A Cigarra passa seus dias dançando e brincando.
– Quando chega o inverno, a Formiga se refugia em sua casa onde tem tudo que precisa até a próxima Primavera.
– A Cigarra, sem comida ou abrigo, esta quase morrendo de frio e fome.
– O Gafanhoto, do “Movimento dos Sem Terra”, organiza uma coletiva em que pergunta por que a Formiga tem o direito à moradia e alimentação, quando outros menos afortunados, passam frio e fome.
– Uma rede de televisão no “Jornal das Oito”, mostra com muito sensacionalismo a Cigarra passando frio e calamidades, e também o vídeo da Formiga em sua casa agradável e acolhedora cheia de comida.
– A “Ordem dos Bispos” diz que isto é um exemplo de desigualdade social.
– A população esta surpresa que no país enquanto os pobres como a Cigarra sofrem, outros como a Formiga, vivem na abundância.
– Manifestações acontecem na “Praça dos Três Poderes”.
– Os jornais publicam uma série de artigos especulando de como a Formiga enriqueceu e instigam o governo a aumentar os impostos da Formiga, para que outros possam viver melhor.
– Respondendo a uma pesquisas de opinião, o governo produz uma lei sobre a igualdade econômica e direitos retroativos, anti-discriminação e cria um “Cartão Alimentação para as Cigarras”.
– Aumentam os impostos da Formiga e a “Receita Federal” a coloca na malha fina.
– A cigarra é contratado como “Assistente Parlamentar”.
– As autoridades confiscam a casa da Formiga, já que esta não tem dinheiro suficiente para pagar os novos impostos.
– A Formiga foge pela fronteira e instala-se com êxito, no Paraguai.
– A televisão mostra a história onde à Cigarra, obesa, acima do peso por ter comido tudo o que tinha muito antes da primavera chegar.
– A casa que era da Formiga torna-se “Albergue Social para Cigarras”, e deteriora-se por seus ocupantes nada fazem para mantê-la em bom estado.
– O governo é acusado de não suprir os meios necessários.
– É instituída uma “Comissão Parlamentar de Inquérito” para discutir e aprovar uma grande verba para as reformas e suprimentos solicitados pela “Defesa Civil” em caráter emergencial, sem licitação.
– Enquanto isso, a Cigarra morre de uma overdose e é enterrada como indigente.
– A mídia discute o fracasso do governo ao tentar corrigir os problemas das desigualdades sociais.
-A casa é ocupada por uma gangue de Aranhas drogadas.
– O Governo congratula-se por suas medidas contra a diversidade social.
Fábula traduzida, resumida e adaptada – NG Canela – Maio de 2011

Sobre Norberto Geraldi

Residente em Canela / RS / Brasil - Aniversário 16 julho - Brasileiro - Casado
Esta entrada foi publicada em -Fábulas, -Politica, J.DeLaFontaine e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *